Page 8 of 15

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-06, 16:25
by OldBoring
ld;nl (longo demais; não li)

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-06, 16:30
by IpseDixit
Youngfun wrote:ld;nl (longo demais; não li)


Ecchissene tanto non sei un madrelingua. :P

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-07, 18:58
by Osias
IpseDixit wrote:Ecchissene

[pt-br]que dureza achar o significado disso no google, hein[/pt-br]

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-07, 19:58
by IpseDixit
osias wrote:
IpseDixit wrote:Ecchissene

[pt-br]que dureza achar o significado disso no google, hein[/pt-br]


Vem da expressão informal e chi se ne frega? que significa literalmente "e quém se esfrega disso?", que efetivamente significa who cares (a propósito, como se diz isso em português?). Frequentemente é abreviada em "e chi se ne" e devido ao raddoppiamento fonosintattico pode ser escrita numa palavra sozinha (acho que tecnicamente não é considerado correto mas em contextos informais é sem dúvida aceitável), ergo ecchissene.

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-07, 22:19
by Osias
IpseDixit wrote:
osias wrote:
IpseDixit wrote:Ecchissene

[pt-br]que dureza achar o significado disso no google, hein[/pt-br]


Vem da expressão informal e chi se ne frega? que significa literalmente "e quém se esfrega disso?", que efetivamente significa who cares (a propósito, como se diz isso em português?).

Deve ser "e quem liga?" ou "e quem se importa?".

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-07, 22:20
by Osias
Nunca vi ninguém usar "ld;nl", o mais próximo de uma versão em português foi essa dupla sertaneja:

Image

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-09, 9:54
by IpseDixit
Agora por causa dos vossos posts, não se vê mais o texto que queria fosse corregido. :evil: então vou re-postá-o:



J.R.R. Tolkien's first piece of prose, The Story of Kullervo, a dark retelling of a 19th century Finnish epic poem, has been published today. Written in 1915 when he was 23 years old and studying at Oxford University, Tolkien retells the story of an unfortunate orphan sold into slavery.

O primeiro pedaço de prosa de J.R.R. Tolkien, A História de Kullervo, uma escura re-adaptação dum poema épico finlandês do século décimo nono, foi publicado hoje. Escrito em 1915 quando tinha 23 anos e estava a estudar na Universidade de Oxford, Tolkien re-escrive a história dum órfão vendido como escravo.

The Story of Kullervo, is taken from Finnish poem The Kalevala and is considered to be the "foundation in the structure of Tolkien's invented world", according to HarperCollins who have published the book. Tolkien wrote that this first endeavour was "the germ of my attempt to write legends of my own" and was the author's first known attempt at writing fantasy before he went on to compose his best known works, The Hobbit in 1937, and The Lord of the Rings trilogy written in stages between 1937 and 1949.

A História de Kullervo, foi pegada do poema finlandês O Kalevala e é considerado a "fundação na estrutura do mundo inventado de Tolkien", segundo o HarperCollins, que publicou o livro. Tolkien escreveu que este primeiro esforço foi "o germe da minha tentativa de escriver legendas inventadas por mim mesmo." e foi a primeira tentativa conhecida de escriver fantasia antes de compor as suas obras mais conhecidas, O Hobbit do 1937, e a trilogia de O Senhor dos Anéis escrita em etapas diferentes entre o 1937 e o 1949.

These four works helped to make Tolkien one of the most renowned fantasy writers, and over 150 million copies of his books have been sold worldwide, making him one of the best-selling fiction authors in the world. The books were adapted by director Peter Jackson into a highly popular, award-winning film series which grossed over $5 billion.

Esta quatro obras ajudaram a tornar Tolkien num dos escritores de fantasia mais renomados, e além de 150 miliões de cópias dos seus livros foram vendidas em tudo o mundo, tornando-o um dos autores de ficção de grande sucesso. Os livros foram adaptados por Peter Jackson numa série extremamente popular que ganhou muitos prêmios e teve um lucro bruto de 5 bilhões.

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-09, 12:40
by IpseDixit
Estava a ler este artigo no italki sobre o uso dos pronomes tu e você. Uma coisa que me golpeou é esta parte:

Some time after, still in the sul region, she visited some cities in Santa Catarina state and she noticed that they often used the second-person conjugation, but always omitted the pronoun. For example, they said “fizeste aquela rota?” (did you take that route?).


Se fala da omissão do pronome "tu" como se fosse algo inusual e estranho, enquanto eu achava que fosse normal... então geralmente não se omite o pronome "tu"? :hmm:

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-09, 13:38
by Osias
Onde moro nem seu usa "tu", então não sei dizer.

Não seria o caso de você criar um tópico "IpseDixit - Português do Brasil"?

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-09, 15:00
by IpseDixit
osias wrote:Não seria o caso de você criar um tópico "IpseDixit - Português do Brasil"?


Feito, mas na realidade estava a perguntar com respeito de toda a lusofonía (ou pelo menos com respeito de Portugal e Brazil)

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-09, 15:46
by Osias
Estou lembrando agora que músicas nordestinas antigas são assim também, omitindo o tu.

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-10, 3:18
by OldBoring
osias wrote:Nunca vi ninguém usar "ld;nl", o mais próximo de uma versão em português foi essa dupla sertaneja:

[url]https://www.portalpower.com.br/wp-content/uploads/2014/02/Nem-li-nem-lerei.jpg[/img][/url]

Inventei um calque sobre o inglês "tl;dr". :lol:

IpseDixit wrote:Estava a ler este artigo no italki sobre o uso dos pronomes tu e você. Uma coisa que me golpeou é esta parte:

Some time after, still in the sul region, she visited some cities in Santa Catarina state and she noticed that they often used the second-person conjugation, but always omitted the pronoun. For example, they said “fizeste aquela rota?” (did you take that route?).


Se fala da omissão do pronome "tu" como se fosse algo inusual e estranho, enquanto eu achava que fosse normal... então geralmente não se omite o pronome "tu"? :hmm:

Na maioria das regiões do Brasil não é comum usar a conjugação da segunda pessoa, mas se usa a da terceira. Por isso se evita de omitir "tu/você" para evitar confusão com a terceira pessoa.

Em muitas regiões onde se usa o "tu", também se usa a conjugação da terceira pessoa: tu é, tu fala, tu foi, etc.

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-10, 13:15
by IpseDixit
Descoberto o Homo Naledi, uma nova especie similar ao homem.

Quince esqueletos parciais duma nova especie similar ao homem foram descobertos na África do Sul, esta nova especie foi describida como uma "ponte" entre os humanos e os seus primatas ancestrais.

Os cientistas fizeram a descoberta em a que chamaram uma câmera de enterro, trancada no sistema de cavernas da Estrela Nascente, numa área da África do Sul conhecida como o "Berço da Humanidade".

A descoberta trouxe à luz quince esqueletos, tanto de machos como de fêmeas, duma variedade de idades, de crianças a velhos. No estudo, publicado no jornal eLife à quinta-feira, a equipe de pesquisa disse que foi a descoberta mais grande deste tipo na África.

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-10, 13:26
by Osias
IpseDixit wrote:Descoberto o Homo Naledi, uma nova especie similar ao homem.

Quinze esqueletos parciais duma nova especie similar ao homem foram descobertos na África do Sul, esta nova especie foi descrita como uma "ponte" entre os humanos e os seus ancestrais primatas.

Os cientistas fizeram a descoberta no que chamaram uma câmera de enterro WAT, trancada no sistema de cavernas da Estrela Nascente, numa área da África do Sul conhecida como o "Berço da Humanidade".

A descoberta trouxe à luz quinze esqueletos, tanto de machos como de fêmeas, duma variedade de idades, de crianças a velhos. No estudo, publicado no jornal eLife nesta quinta-feira, a equipe de pesquisa disse que foi maior a descoberta mais grandedeste tipo na África.


Não sei se portugal aceita "à quinta-feira", mas se fosse pt-pt, seria "equipa de pesquisa"... :hmm:

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-11, 22:27
by IpseDixit
O quê* é que teria de responder a alguém que me diz "obrigado/a"? "De nada"?

*O acento está correto?

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-11, 22:34
by Levike
IpseDixit wrote:O quê* é que teria de responder a alguém que me diz "obrigado/a"? "De nada"?

*O acento está correto?

If I remember well from the time I was looking into Portuguese it's "o que".

Or maybe you can write it with the accent if you leave out the "o" thing.

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-11, 22:58
by Michael
Levike wrote:
IpseDixit wrote:O quê* é que teria de responder a alguém que me diz "obrigado/a"? "De nada"?

*O acento está correto?

If I remember well from the time I was looking into Portuguese it's "o que".

Or maybe you can write it with the accent if you leave out the "o" thing.

Não, o acento se escreve só quando a palavra está ao fim da sentença, então "O quê?" ou "Por quê?"

Que eu saiba*, se diz ou isso ou "não há/tem de quê".

*Isso se diz em português também para as far as I know?

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-12, 1:11
by Osias
Sim, sim e sim.

Re: IpseDixit - Português (sobretudo de Portugal mas também um pouco do Brasil e outros lugares)

Posted: 2015-09-12, 11:00
by IpseDixit
osias wrote:Sim, sim e sim.


Você quer dizer que vocês dizem de nada e que o acento está correto?

Re: IpseDixit - Português de Portugal

Posted: 2015-09-12, 13:23
by Luís
IpseDixit wrote:
O primeiro pedaço A primeira peça de prosa de J.R.R. Tolkien, A História de Kullervo, uma escura re-adaptação dum poema épico finlandês do século décimo nono dezanove, foi publicada hoje. Escrita em 1915 quando tinha 23 anos e estava a estudar na Universidade de Oxford, Tolkien rescreve a história dum órfão vendido como escravo.

A História de Kullervo, foipegada tirada do poema finlandês A Kalevala e é considerada a "fundação na estrutura do mundo inventado de Tolkien", segundo a HarperCollins, que publicou o livro. Tolkien escreveu que este primeiro esforço foi "o gérmen da minha tentativa de escrever lendas inventadas por mim mesmo." e foi a primeira tentativa conhecida de escrever fantasia antes de compor as suas obras mais conhecidas, O Hobbit de 1937, e a trilogia de O Senhor dos Anéis escrita em etapas diferentes entre o 1937 e o 1949.


Esta quatro obras ajudaram a tornar Tolkien num dos escritores de fantasia mais renomados conhecidos, e além mais de 150 milhões de cópias dos seus livros foram vendidas em todo o mundo, tornando-o um dos autores de ficção de grande sucesso. Os livros foram adaptados por Peter Jackson numa série extremamente popular que ganhou muitos prémios e teve um lucro bruto de 5 bilhões.


IpseDixit wrote:Agora por causa dos vossos posts, não se vê mais o texto que queria fosse corrigido. :evil: então vou repostá-lo:


IpseDixit wrote:Estava a ler este artigo no italki sobre o uso dos pronomes tu e você. Uma coisa que me golpeou é esta parte:

Some time after, still in the sul region, she visited some cities in Santa Catarina state and she noticed that they often used the second-person conjugation, but always omitted the pronoun. For example, they said “fizeste aquela rota?” (did you take that route?).


Se fala da omissão do pronome "tu" como se fosse algo inusual e estranho, enquanto eu achava que fosse normal... então geralmente não se omite o pronome "tu"? :hmm:


No Brasil o uso do "tu" não é usual para começar na maior parte dos lugares, talvez daí a estranheza?
Em caso de dúvida, o Youngfun tem dado sempre respostas acertadas no que diz respeito ao português europeu! :yep:

IpseDixit wrote:
osias wrote:Não seria o caso de você criar um tópico "IpseDixit - Português do Brasil"?


Feito, mas na realidade estava a perguntar com respeitode a toda a lusofonia (ou pelo menos com respeito de a Portugal e Brasil)


IpseDixit wrote:Descoberto o Homo Naledi, uma nova espécie similar ao homem.

Quinze esqueletos parciais duma nova espécie similar ao homem foram descobertos na África do Sul, esta nova espécie foi descrita como uma "ponte" entre os humanos e os seus primatas ancestrais.

Os cientistas fizeram a descoberta em a no que chamaram uma câmara de enterro, trancada no sistema de cavernas da Estrela Nascente, numa área da África do Sul conhecida como o "Berço da Humanidade".

A descoberta trouxe à luz quinze esqueletos, tanto de machos como de fêmeas, duma variedade de idades, de crianças a velhos. No estudo, publicado no jornal eLife na quinta-feira, a equipa de pesquisa disse que foi a descoberta mais grande maior deste tipo na África.


O Michael está certo quanto a "o quê/porquê". Apenas se usa em final de frase.

Ele fez o quê?
O que ele fez?

Ele fez isso porquê?
Porque ele fez isso?